segunda-feira, 25 de abril de 2011

Excesso de chocolate faz mal para o organismo

Independente de suas variantes (light, diet, ao leite, amargo, branco, com ou sem recheio) a ingestão exagerada de chocolate pode gerar acnes, diarreias, alergias, refluxo, além de aumento no peso, por conta da alta concentração de açúcar e gorduras. O excesso faz mal e em se tratando de saúde, a máxima vale também para o chocolate. Quando se come chocolate demais, o sistema digestivo é o que mais sofre porque este alimento tem uma substância que pode provocar o refluxo dos sucos gástricos – uma ação que quando o conteúdo ácido do estômago retorna do esôfago gera ardor, queimação e mal estar.

Além disso, comer chocolate demais pode desencadear alergias, como rinite alérgica, confundida muitas vezes com resfriado; coceiras pelo corpo, vermelhidão e pode até alterar o sono. Outro problema é a questão dos aparecimentos de acnes e cravos, pelo fato da pele ficar mais oleosa. Crises de enxaqueca também são bem comuns nesse caso.

Crianças e diabéticos podem ser as maiores vítimas do doce. Isso porque o chocolate apesar de ser um alimento nutritivo e não precisar ser excluído da dieta alimentar, também é rico em gorduras e deve ser consumido com moderação. 

O chocolate branco é o mais calórico. Possui grandes quantidades de ovos ao leite com oleaginosas, nozes ou castanhas: mais de 500 calorias para cada 100 gramas. Já o chocolate meio amargo é o que conta com menores índices de caloria, com valores pouco inferiores à variedade branca.

O ovo diet também merece atenção, porque é comum a crença de que contem menos calorias. O chocolate diet não contém açúcar, mas tem mais gordura para compensar o prejuízo ao sabor. Em 100 gramas pode haver quase 600 calorias. Os valores nutricionais podem variar conforme recheio e composição.

Para não passar mal, especialistas recomendam limitar o consumo entre 30 e 45 gramas por dia. Um quilo de chocolate tem cerca de cinco mil calorias, ou seja, é duas vezes e meia o montante de calorias que um homem adulto necessita consumir em um dia. Dessa forma, um pedaço pequeno já tem calorias suficientes para uma dieta equilibrada. O ideal é que o doce seja consumido em pequenas porções, sempre após as refeições. O chocolate é uma nutritiva fonte de energia, que pode ser útil na alimentação, principalmente para quem necessita ganhar peso. 

O exagero pode fazer muito mal. Então, o controle é importante para não confundir o organismo e poder deliciar cada pedacinho do chocolate sem risco de problemas e peso na consciência.Chocolate

2 comentários: